Blog em Manutenção...

sábado, 18 de junho de 2011

REPRESSÃO DENTRO DO CEULP/ULBRA!

Movimento Voto Consciente
Palmas-TO


“A medida que a comunicação se torna maior e melhor, fica claro que a intolerância é a verdadeira pequenez do homem” (Spielberg). 



     Dia 17 de junho de 2011, à noite, os acadêmicos de Comunicação Social, Rodrigo Gomes e Ivan Silva, estavam distribuindo panfletos do Movimento Voto Consciente, quando foram abordados por seguranças dentro do CEULP/ULBRA que, segundo informações de membros das duas chapas concorrentes na eleição 2011 do DCE (Diretório Central dos Estudantes), foram contratados pelo órgão para garantir a “tranqüilidade” no processo eleitoral. Os panfletos pediam para os alunos não votarem, como forma de protesto à falta de informação e transparência sobre o processo eleitoral do DCE. Conteúdo neutro, sem ofensas e menções diretas a qualquer chapa.
   Os seguranças, vestidos de preto e com postura militar, chegaram acompanhados por integrantes de uma das chapas concorrentes, e simplesmente avançaram sobre os dois acadêmicos e tomaram à força os panfletos. Um deles disse “vamos apreender esse material”. Totalmente acuados e intimidados, os acadêmicos exigiram a devolução do material, mas não foram atendidos. Os seguranças os mandaram calar a boca, e levaram os panfletos, cuja impressão foi consentida pela Coordenação do Curso de Comunicação Social. Vários acadêmicos assistiram, chocados, às cenas de repressão.
  Apoiados por acadêmicos, professores e pela coordenadora do Curso de Comunicação Social, Irenides Teixeira, Rodrigo e Ivan procuraram a diretoria da Ulbra para relatar o que aconteceu e exigir providências imediatas da instituição. Com a colaboração de todos, a polícia militar foi acionada para que os alunos reprimidos pudessem ter amparo e segurança, e as providências legais fossem tomadas.
   Sem dúvida, esse triste e lamentável episódio deixará marcas profundas nos acadêmicos que sofreram com esse ato de selvageria e insanidade por parte dos seguranças contratados pelo DCE. Total irresponsabilidade do DCE! O artigo 5º da Constituição Federal, bem como os artigos 18 e 19 da Declaração Universal dos Direitos Humanos, garantem a liberdade de expressão e manifestação do pensamento, sem qualquer tipo de repressão.
   Providências precisam ser tomadas. Isso não pode ser ignorado. Alunos não podem ter sua liberdade de expressão cerceada. Por isso, o Movimento Voto Consciente convida todos os alunos do CEULP, e também a todos que desejarem lutar pela causa, para que façam parte deste movimento. Não há bandeira ou partido. O que se deseja é transparência, ética, respeito e moral por parte do DCE, que é um órgão que existe para defender os estudantes. Os acadêmicos do CEULP merecem respeito!
  Acompanhem o movimento pelas redes sociais e no CEULP! Juntos, podemos mais!!!

5 comentários:

Ivan Silva disse...

O DCE do ceulp/ulbra é uma vergonha. E aquelas chapas montadas de última hora? Com certeza, não seriam diferentes do presidente vitalício Gustavo, o Hugo Chávez do DCE!

R. Patrésio disse...

O Ivan dizer tudo, como pode um orgão que tem como obrigação representa os acadêmicos, trata os estudantes como bicho... esse povo é sem noção...

Rodrigo Correia disse...

Foi tão surreal que até agora custo a acreditar.

Ivan Silva disse...

Nesses meus 22 anos de existência, nunca havia sofrido uma agressão tão covarde e bruta! Já participei de protestos maiores, e jamais vivi situação parecida. Um brutamontes arrancar à força um material sem nenhum teor ofensivo foi trágico e, como disse o Rodrigo, surreal! Um verdadeiro assalto. O DCE devia ter tido mais cautela. Um ato desses contra estudantes de comunicação é realmente bola fora. Por que um comunicólogo tem a arma mais poderosa de todas: a comunicação. E a comunicação pode não remover montanhas, mas chega perto.

Carlinhos UJS disse...

tem q mudar esse estatuto Ivan duas chapas culminadas. eleição chamada na surdina, campanha época de prova, tem q mudar esse negocio parabéns ai pelo movimento.